• CUIDANDO DA SAÚDE DA SUA PELE.
  • CENTRAL DE ATENDIMENTO (011) 3660-4850 // WHATSAPP (011) 96449-0607
  • HORÁRIO DE ATENDIMENTO

  • SEG - SEX: 08H ÀS 20H // SÁB: 08h ÀS 12H

Molusco Contagioso

Causa

É uma doença viral,contagiosa, transmitida pelo contato da pele sadia e a com lesões. É muito comum em crianças principalmente as com tendência alérgica. São freqüentes os surtos em escolas, sendo necessário tratar todas as crianças.

Sintomas

Surgem pequenas “bolinhas” da cor da pele, que medem poucos milímetros e não apresentam qualquer sintoma como coceira ou dor. A quantidade de lesões pode variar de poucas a dezenas. São mais comuns nas dobras (axilas, dobras dos cotovelos, virilha e pescoço) e às vezes em areas mais delicados como as pálpebras e genitais.

Algumas vezes pode surgir uma irritação na área afetada (eczema), com coceira, vermelhidão e descamação da pele.

Diagnóstico

O diagnóstico pode ser confirmado pelo dermatologista, sem a necessidade de qualquer tipo de exame. Em alguns casos específicos exame de material obtido a partir das lesões (exame anatomopatológico) pode ser útil para confirmar o diagnóstico.

Não existem exames de sangue para detectar este tipo de doença.

Tratamento

O método mais eficaz para resolver o problema é a retirada das lesões, uma a uma. Este procedimento costuma ser realizado após a aplicação de uma pomada anestésica, que diminui o desconforto da criança.

Podem ser necessárias várias sessões de tratamento até a cura total, pois além de contagioso o molusco é altamente recidivante. O paciente deve ser reexaminado pelo médico após o tratamento em intervalos de 2 semanas a 2 meses para tratar possíveis lesões que aparecem.

Uma outra alternativa para tratamento é o uso de produtos cáusticos (ácido salicílico ) ou nitrogenio liquido sobre as lesões.

Curiosidades

  • O atrito entre diferentes partes do corpo é um grande responsável pela inoculação do vírus.
  • A doença é muito comum entre irmãos e crianças próximas.
  • Adultos também podem ter molusco que, quando presentes na área genital, costuma ser uma DST.
  • A doença pode curar espontaneamente o que pode levar alguns meses.