Remoção de pintas

Remoção de Pintas

As pintas, chamadas cientificamente de nevos, podem ser marquinhas charmosas, mas também podem ser lesões graves que devem ser retiradas.

Estudos demonstram que a maior parte das pintas são benignas, não trazendo nenhum risco à saúde, e, portanto, sem necessidade de remoção, porém, é muito importante procurar um especialista, no caso um dermatologista, para avaliá-las.

Elas podem ser de diferentes tamanhos, totalmente planas ou apresentarem uma pequena saliência, terem tons parecidos com o da própria pele ou mais enegrecidos. O surgimento da maioria dos nevos está relacionado com predisposição individual, mas pode ser agravado pelo processo de envelhecimento e exposição solar.

Tipos de Remoção de Pintas

Há vários métodos de remoção de pintas e quem determina qual será, é o seu médico responsável, que leva em conta a forma, tamanho, localização e aspecto da lesão. Em geral os procedimentos não apresentam necessidade de internação do paciente e a anestesia é local.

Biopsia com Punch: o dermatologista utiliza um pequeno tipo de bisturi circular (punch), para retirar a lesão. A ferida resultante é pequena e pode receber um ponto para ser fechada. Vários diâmetros de punches são disponibilizados, cada um adequado para diferentes propósitos.

Shaving ou Curetagem: nestes casos a lesão é removida utilizando-se uma lâmina de bisturi, tesoura delicada ou uma cureta. A incisão é feita paralelamente à pele, de forma semelhante ao ato de barbear (shaving). É ideal para lesões que se elevam acima da superfície da pele. Não há necessidade de pontos.

Biopsia incisional: neste tipo se utiliza um bisturi para a remoção de lesões maiores de pele. O corte deve ser suturado com pontos.

Agende uma Consulta

Telefone

(11) 3660-4850
(11) 96449-0607

E-mail

dermaclinica@dermaclinica.com.br
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Nossos Artigos Recentes

Receba Nossa Newsletter!

1
Olá!
Como a Dermaclínica pode te ajudar?
Powered by